Enquetes
Casais
Entrevistas
Família
Filmes
Homem
Mulher
Noivos
Pais
Pastores
Sexualidade
Solteiros/Divorciados
Teses
Documentos
Clipping
Ore por nós
Doe suas milhas
Igreja Parceira
Amigo da Família
Voluntários
Realize em sua igreja
Programas de Rádio
Cursos para pastores e líderes
Contatos
Fale Conosco

AMAR PARA SEMPRE

Por: Marcos Paiva

Uma frase que você já ouviu e que sempre quando se falam sobre família é comentada: toda família tem início com um compromisso – o de amar para sempre (Ef. 5.31). Infelizmente muitos a tem ouvido, mas poucos estão dispostos de cumprirem seu compromisso (ou não fizeram o compromisso!) quando diante de um sacerdote ou juiz disseram que estavam dispostos a amar seu cônjuge todos os dias de sua vida até que a morte os separassem.  Creio que nos dias que vivemos, a grande maioria das famílias fracassam justamente porque falta esta disposição e determinação de AMAR PARA SEMPRE, não apenas no presente, mas também no futuro.

Quando falamos de Compromissos percebemos que eles exigem de nós novas atitudes, assim como, deixar OUTRAS do passado.

A Bíblia nos ensina (estes dias fui criticado por basear meus pensamentos e vida na Bíblia esquecendo que existem outras doutrinas e boas filosofias – Para mim a Palavra de Deus é soberana)  que o  homem deve deixar a sua casa, se unir a mulher e ser carne da mesma carne. Aqui não se fala apenas sexo masculino e muito menos de casa física ou residência indo até mais além da família que vive.

Deixar a sua casa significa deixar atitudes, pensamentos e sentimentos.A direção de seu pensamento acerca da vida determina o curso de seu casamento. Salomão declara que sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, pois dele procedem as saídas da vida (Pv. 4.23).

Isto implica em Ser você mesmo, é isto que dá beleza ao homem – a sua singularidade. Quando o cônjuge não deixa sua herança do passado se torna alguém plural, isto é, tem várias maneiras de pensar, vários tipos de atitudes, várias personalidades trazendo complicadores para um relacionamento saudável e duradouro. 

A singularidade é fonte de vitalidade e formosura nos relacionamentos, por isto, se você deseja um relacionamento conjugal (e isto se aplica a todas as áreas de nossas vidas), não tente ser o que você não é, busque ser como Deus lhe desenhou, permita ser moldado por Ele para que você viva como Ele desejou – este é o grande segredo de uma vida feliz.

Equilibre seus sentimentos e suas emoções. Não se esqueça que agora você não é mais sozinho,  é você e sua esposa(o). Sentimentos e emoções desequilibradas, instabilidade emocional leva a pessoa a falar e agir inadequadamente. Por isto quemais uma vez Salomão diz: “O homem se alegra em dar resposta adequada e a palavra a seu tempo quão boa é.” (Pv. 15.23).

Portanto, deixar sua casa significa deixar suas emoções para trás e controlá-las de tal maneira que agrade seu cônjuge. Quase a totalidade dos problemas e atritos conjugais são causados pelo tom de voz inadequado, por gestos impróprios, por falar ou silenciar em momentos errados.

Emoções e sentimentos equilibrados proporcionam uma das maiores virtudes de um relacionamento fundamentado no amor que é o PERDÃO, PORQUE MESMO QUANDO NÃO EXISTE MOTIVO PARA PERDOAR, O AMOR FAZ COM QUE EU PERDOE.

Quando era criança, um dos filmes mais famoso foi LOVE STORY. Uma história de amor bonita, mas com um princípio ruim. Ele ensinava que “Amar é jamais ter que pedir perdão”. Tremenda mentira! Não existe amor sem perdão e o perdão é a maior manifestação de amor.

******************

Visite o Blog do autor:
http://marcosdepaiva.blogspot.com/

SEJA UM MANTENEDOR FINANCEIRO DO MINISTÉRIO OIKOS
AJUDE-NOS NA LUTA PELA FAMÍLIA! CLIQUE AQUI

Voltar Enviar Imprimir

Newsletter

 
 

 

Copyright©2014 Click Família - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Grafus Comunicação