Enquetes
Casais
Entrevistas
Família
Filmes
Homem
Mulher
Noivos
Pais
Pastores
Sexualidade
Solteiros/Divorciados
Teses
Documentos
Clipping
Ore por nós
Doe suas milhas
Igreja Parceira
Amigo da Família
Voluntários
Realize em sua igreja
Programas de Rádio
Cursos para pastores e líderes
Contatos
Fale Conosco

NOS UMBRAIS DAS PORTAS

Por: Gilson Bifano

Uma marca de sangue. Essa foi a ordem de Deus para as famílias israelitas que se encontravam no Egito. O sangue de um cordeiro sacrificado por cada família deveria ser passado nas laterais e nas vigas das portas das casas. Seria, naquela noite, a primeira páscoa dos judeus (Ex 12.7).

O não cumprimento da ordem seria desastroso. Os primogênitos, tanto de homens como dos animais, seriam mortos (Ex 12.12,13).

E assim aconteceu. As casas onde não havia marca de sangue ouvia-se prantos (Ex 12.30). As casas dos israelitas havia festa (Ex 12.14).

Seria tão bom que se pudéssemos também fazer o mesmo hoje, apenas colocar um pouco de sangue de cabrito nos umbrais de nossas portas para que nossos filhos não fossem atingidos por tantas pragas modernas que atingem as famílias.

Podemos citar algumas, como por exemplo, das drogas, do liberalismo sexual, da criminalidade, do ateísmo, do alcoolismo.

Já que não podemos colocar um pouco de sangue nos umbrais, o que então os pais podem fazer para que seus filhos não sejam atingidos por essas e outras pragas?

Em primeiro lugar, muita oração. Os pais devem orar para que seus filhos tenham a sabedoria e a coragem para rejeitarem tais pragas. Pais e mães devem dobrar seus joelhos pedindo a misericórdia de Deus para que seus filhos estejam livres dessas chagas. Crianças e adolescentes, mesmo que tenham sido criados em lares saudáveis, tem oportunidade de transgredirem. Por isso, a oração é importante.

Em segundo lugar, já que não podemos repetir o gesto dos israelitas, na primeira páscoa, devemos, como pais, manter sempre aberto o canal da comunicação com os filhos. Diálogo franco e sincero, sem conotação de sermão. Pais devem cultivar o diálogo com os filhos sobre todos os temas, sem exceção. Como livrar nossos filhos das drogas ou do liberalismo sexual se em casa não há diálogo sobre esses temas?

Orientação segura. Enquanto dialoga, pais devem ser uma fonte de orientações seguras para suas decisões, sempre com o respaldo da Palavra de Deus. Pais que desejam ver os seus filhos livres das pragas modernas não podem se omitir quanto a orientação baseada na Bíblia. Essas orientações, conforme dizem as próprias Escrituras, determinam que devem ser dadas sentados à mesa, andando pelo caminho, ao deitar-se e ao levantar-se (Dt 6.7-9).

Isso sem mencionar a importância e a responsabilidade dos próprios pais falarem de Jesus para seus filhos.

Outro caminho seria o da valorização dos trabalhos da igreja. Pais que amam e participam dos trabalhos da igreja com alegria irão influenciar seus filhos a cultivarem os mesmos sentimentos. O ir à igreja deve ser um evento impregnado de alegria e prazer.

Por último, alistaria a disciplina. Filhos precisam de disciplina. Se forem criados sem disciplina terão grandes possibilidades de se desviarem dos caminhos aprovados por Deus. O fim deles é a sepultura, conforme afirma o sábio em provérbios. (Pv 23.12-14).

Não é tão fácil, como aqueles pais que celebraram a primeira páscoa.

Vai dar trabalho e precisará de tempo, mas com certeza teremos a ajuda do mesmo Deus que esteve ao lado daquelas famílias e teremos festas e regozijo em nossos lares.

 

Voltar Enviar Imprimir

Newsletter

 
 

 

Copyright©2014 Click Família - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Grafus Comunicação