As bem aventuranças do romantismo

11 de junho de 2018

romBem-aventurado o casal que não deixa de cultivar o romantismo, mesmo após dizerem “sim” no altar.

Bem-aventurado o casal que reconhece que o romantismo é um combustível de valor para a permanência do casamento.

Bem-aventurado é o marido que diz, todos os dias, para sua esposa: “Querida, eu amo você”.

Bem-aventurada é a esposa que sempre procura corresponder aos galanteios de seu marido com ternura e carinho.

Bem-aventurados são os casais que, todos os anos, planejam e comemoram o aniversário de casamento.

Bem-aventurados os maridos que constantemente levam flores para suas esposas.

Bem-aventurados os cônjuges que lêem o livro de Cantares de Salomão e agradecem a Deus a celebração e a criação do sexo no leito conjugal, que deve ser sem mácula.

Bem-aventurada é a esposa que sempre procura receber seu marido com um sorriso nos lábios, reafirmando o valor dele para sua vida.

Bem-aventurado é o casal de namorados, que valoriza o romantismo, mas que também vive os princípios bíblicos da sexualidade e se guardam para o casamento.

Bem-aventurado é o casal que planeja e realiza, de quando em quando, um jantar à luz de velas.

Bem-aventurado é o marido que não associa romantismo, necessariamente, à relação sexual.

Bem-aventurados são os cônjuges que, mesmo com o passar dos anos, com a face marcada pelo tempo, vêem, um no outro, a mesma beleza dos tempos da juventude.

*****
Por: Gilson e Elizabete Bifano

Share Button

Related Posts

Romantismo não sai de moda

Deixe seu Comentário

comentários