Sexualidade e santidade

8 de setembro de 2017

Stock Photo: cross against the skyQuando Deus criou Adão e Eva, Ele lhes disse para se “multiplicarem e encherem a terra” (ver Gn 1:28). Isso ajuda a explicar por que o sexo é um dos nossos impulsos mais fortes.

Mas ele também pode impulsionar você a tomar decisões que arrasam sua vida e destroem seus relacionamentos. A Bíblia diz: “A vontade de Deus é que vocês… abstenham-se da imoralidade sexual. Cada um saiba controlar o seu próprio corpo de maneira santa e honrosa, não dominado pela paixão de desejos desenfreados, como os pagãos” (1 Ts 4:3-5 NVI).

Por que Deus disse isso? Porque quando há intimidade física sem compromisso verdadeiro, alguém sempre sai ferido. Você precisa dar ouvidos ao que Deus diz sobre essa questão. E precisa fazer isso agora, antes de entrar em situações nas quais será tentado a comprometer o seu caráter, porque a essa altura será tarde demais.

Todos nós temos problemas com a nossa sexualidade, especialmente em uma cultura em que “o sexo vende”.

O sexo é uma parte intensa e integrante de todos nós, e a culpa com relação faz com que nos sintamos separados de Deus como nada mais pode fazer.

Para determinar os seus valores e estabelecer algumas regras fundamentais, você precisa orar: “Senhor, não vou permitir que os meus impulsos me dominem, nem que o pecado me separe de Ti.

Escolho manter os Teus padrões e depender do Teu Espírito para me dar força dia a dia. E se eu pecar, vou buscar o Teu perdão, me levantar e me aproximar mais de Ti”.

Essa é uma oração que Deus responderá!

*******
Autores: Bob e Debby Gass

Share Button

Related Posts

Igreja, família e sexualidade
Sexualidade e domínio próprio
C-a-s-a-m-e-n-t-o

Deixe seu Comentário

comentários