O real significado da palavra Pai

11 de agosto de 2019

pai“Um certo homem tinha dois filhos”. (Lucas 15.11).

Quer mesmo saber o que significa ser pai? Tenha filhos. Só depois desta magnifica experiência, um homem começa a compreender esse real significado.

Aprendi na parábola contada por Jesus, que ser pai é nunca se esquecer que seus filhos irão crescer: “…o mais moço deles disse ao pai: Pai, dá-me a parte dos bens que me pertence…” (Lucas 15.12). É preciso estar preparado, num piscar de olhos os filhos não são mais crianças, deverão ser tratados como adultos e o ninho ficará vazio.

Se você deseja mesmo ser pai, precisará se adaptar a liberdade de escolha de seus filhos. “Não muito tempo depois, o filho mais novo reuniu tudo o que tinha, e foi para uma região distante; e lá desperdiçou os seus bens vivendo irresponsavelmente”. (Lucas 15.13). Essa é uma parte difícil na paternidade. A exemplo do nosso Deus e Pai, quando da criação do Homem e da Mulher e sua desobediência no jardim, muitas vezes será assim a história de um pai com seus filhos.

Se você deseja ser um bom pai, nunca perca os seus filhos de vista. (Lucas 15. 20). “Estando ele ainda longe, seu pai o viu…”. Esteja sempre atento e vigilante, em algum momento eles precisarão muito de você e da sua presença.

Ser pai, requer sempre o grande esforço de resgatar a dignidade e o valor dos filhos. (Lucas 15.21). “…já não sou digno de ser chamado teu filho…”. “Mas o pai disse aos seus servos: Trazei depressa a melhor roupa; e vesti-lho, e ponde-lhe um anel na mão, e alparcas nos pés”. (Lucas 15.21,22). Aqui estarão presentes o perdão e a restauração.

Uma das coisas mais difíceis na tarefa de ser um pai é administrar com sabedoria os conflitos entre os filhos. (Lucas 15. 25-28). O irmão mais velho: “…ele se indignou, e não queria entrar”. (Lucas 15.28). Criados sem preferência ou distinção, mesmos valores e educação, e ainda assim pessoas tão diferentes. Haja sabedoria!

Como pai, lembre-se que as iniciativas que abençoam as relações entre um pai e seus filhos podem e devem ser do pai:

– Cuidando do mais novo: “…viu-o seu pai, e se moveu de íntima compaixão e, correndo, lançou-se-lhe ao pescoço e o beijou”. (Lucas 15.20).

– Cuidando do mais velho: “E saindo o pai, instava com ele”. (Lucas 15.29)

Ao concluir, creio que ser pai é deixar para os filhos a sua melhor herança. (Lucas 15.31). “Disse o pai: ‘Meu filho, você está sempre comigo, e tudo o que tenho é seu”. Esse é o maior segredo: Compartilhar tudo, repartir alegrias e tristezas, lutas e vitórias, erros e acertos e permitir que juntos nessa linda caminhada entre pais e filhos, nossos filhos herdem de nós o que há de mais precioso: o nosso a mor a Deus, nossa fidelidade ao casamento, o nosso amor pela família e nosso sincero e puro amor por eles.

Feliz Dia dos Pais!

*************************

Por: Carlos Elias S. Santos. Pastor da Primeira Igreja Batista de Campo Grande, Rio de Janeiro, RJ

Share Button

Deixe seu Comentário

comentários