Conselhos à família mosaico

27 de junho de 2019

step-familysmall“Família mosaico” é aquela família formada por pessoas num segundo ou terceiro casamento, com filhos de casamentos anteriores.

1 – Faça todo o esforço possível para viver em paz com o pai ou mãe de seus filhos. Evite discussões e brigas; sobretudo na frente das crianças.

2 – Não caia no erro de denegrir a imagem de seu ex para que o cônjuge atual seja melhor aceito. A imagem do pai (ou mãe) de seus filhos deve ser preservada. Caso ele (ou ela) não seja um bom pai (ou boa mãe), deixe as crianças descobrirem isto por si mesmos; pois ainda assim, eles continuarão amando-o(a).

3 – Você pode ajudar, mas é o padrasto ou a madrasta quem deve se empenhar para ocupar o seu espaço na nova família. Esta conquista deve ser gradual e constante. As crianças precisarão desenvolver um sentimento positivo, de amor e confiança, por aquela pessoa estranha e precisam de tempo para isto.

4 – Não faça comparações entre seus filhos e do outro. Isto pode criar rivalidade e brigas. Quando há comparações, há ciúme.

5 – Não seja implicante com os filhos do outro e complacente com os seus. Ou vice e versa. Procure tratar todos os filhos envolvidos da maneira mais homogênea possível. Quando for preciso disciplinar e dar limites aos filhos dele(a), converse antes.

6 – Não tenha a pretensão de assumir o lugar da mãe ou do pai dos filhos do outro. Principalmente se ele(a) for presente. Entretanto, amizade, carinho e respeito podem ser conquistados.

7 – Caso haja alguma rivalidade entre seus filhos e o atual marido (ou esposa), procure compreender. Frases como “Você não é meu pai (ou mãe)” podem surgir de repente e é preciso ter paciência até que as crianças aprendam a gostar e aceitar o “intruso”.

8 – Compreensão e paciência são necessários, mas cuidado com longanimidade excessiva. Às vezes pode ser necessário impor limites e respeito no trato com o outro.

9 – Não desanime. Os relacionamentos podem vir a se tornar totalmente harmoniosos, mas pode levar vários meses até que isto seja possível.

10 – Demonstre amor pelo seu cônjuge a cada dia; isto irá ajudar os filhos dele(a) a gostarem de você.

11 – Uma reunião familiar pode ser bastante positiva. Quando o “clima” estiver favorável, reúna todos. As regras, os limites de cada um, os papéis a serem desempenhados e as expectativas da nova família podem ser conversados e esclarecidos.

12 – Cuidado com o abuso sexual por parte do padrasto. Isto é muito mais comum do que se pensa.

******
Por: Psic. Elizabete Bifano

 

Share Button

Related Posts


Deixe seu Comentário

comentários